bannernews.gif (99027 bytes)

EVIRT NEWS

bannerpleno.gif (64299 bytes)

Fátima Santos

 

ROSEANA SARNEY

A Dama de Ferro do Nordeste

Papel decisório no Nordeste

Revê-la foi um delicioso revival, um momento único na vida. Depois de me identificar no Palácio Henrique de La Roque, fui apresentada ao secretário de Comunicação Social, Antônio Carlos Lima (SECOM). Carlos, cuja agenda é corrida, me colocou a par do dia-a-dia da Governadora. Por motivos de doença na família, teve que viajar às pressas para São Paulo onde seu pai estava hospitalizado. Desejei melhoras e pronto restabelecimento ao genitor de Carlos e aproveitei para conhecer seu secretariado onde fiz logo amizade com Meire, profissional que milita a vários anos no setor. Atenciosa como a maioria dos assessores de Roseana, ela fez as honras no Palácio, na ausência do Secretário.

O Encontro

Finalmente, chegara o momento do reencontro e a emoção começava a tomar conta enquanto seguíamos pelos corredores seculares onde o antigo se mescla com o moderno. As lembranças do passado iam e vinham na minha mente. Quando a porta do gabinete foi aberta, lá estava ela, Roseana Sarney, a amiga de tantos bons momentos e a mulher mais importante do Maranhão. Distraída, enquanto a porta era aberta, pois estava absorta em seus papéis, sorriu com a gentileza de sempre e fitou-me. Em seus olhos estava o brilho misto de saudade, alegria e emoção. Nos abraçamos e ela pôs-se a falar de sua vida, do seu dia-a-dia, das dificuldades do cargo, da família, da nova lua de mel que vive ao lado de Jorge Murad, do seu grande xodó- Roseana agora é vovó – a netinha, fruto do feliz casamento da filha Rafaela e de Carlos Muniz Filho. Roseana disse que estava precisando viajar para descansar um pouco do agito da política. Agradeceu o capítulo que dediquei a ela no meu livro primeiro "Mulher" e disse-me que o livro estava ótimo e que eu era "a pessoa ideal para trabalhar com ela". Agradeci o confortante elogio, dei-lhe os merecidos parabéns pelo seu aniversário (1º de junho) que foi celebrado em família com a presença dos pais D. Marli e o senador José Sarney, convidados ilustres e também com uma missa na basílica São José de Ribamar, santo da qual a governadora é devota. Na mesma basílica e no mesmo dia, sua filha Rafaela comemorou "um ano" de casamento com Carlos naquele que foi o acontecimento do ano. Entre vários assuntos, contei-lhe um pouco sobre minha vida no Paraná, ao que ela complementou dizendo que também eu tinha evoluído muito. A primeira impressão depois desses anos todos, foi divina, ela continua humilde, talvez até mais. Estava mais esbelta e radiante apesar da série de cirurgias por que passou e antecipou-me seus planos, como sempre, direcionados ao povo, ao Maranhão e muitos segredos sobre seu futuro político que revelarei em momento adequado.

Aniversário em família

O Pai, Sen. José Sarney,
Rosena e sua mãe, Dna. Marli

Carlos Muniz Filho e Rafaela

Agenda 21

No dia seguinte fui com ela ao Sesi onde estava acontecendo o projeto "Ação Global" e que me permitiu reencontrar outra grande amiga, Marli Abdalla, diretora do Sesi, onde meu filho Rounie, estudou por vários anos. Aliás, São Luís, prometia ainda muitas surpresas, já que muitos bons amigos de Imperatriz haviam se mudado para lá.

Ao chegar ao Palácio no terceiro dia, dois presentes me aguardavam: um anel do tempo imperial e um medalhão, duas peças raras e que devem ter pertencido aos franceses ou holandeses que invadiram o Maranhão no passado. Fiquei maravilhada. Perguntei-lhe o porquê de tão linda homenagem e ela respondeu-me que era porque eu gostava de "Rainhas e Princesas" – ela, realmente havia lido o livro "Mulher". Jovial e sempre alegre, Roseana disse ter ficado encantada com o "Mulher" e adiantou que estava lançando no Maranhão a Comissão Pró-Agenda 21 que terá ampla representatividade e ficará responsável pelo processo até a instalação, no final do ano, do Fórum 21 Estadual. Através do Fórum, a comunidade vai poder participar do processo, elegendo suas prioridades.

O processo será acompanhado por uma equipe técnica da Gerência de Planejamento do Estado (Geplan) e apoiado por consultores especializados na área de planejamento estratégico e mobilização popular. No livro, dedico capítulo especial a Agenda 21, direcionado às mulheres, mas o tema completo do tema envolve diversos setores. Poucos Estados no Brasil se manifestaram positivamente em alavancar o processo e o Maranhão é pioneiro. Na área administrativa, Roseana disse que está promovendo uma ampla reforma confirmada nacionalmente por matéria na Folha de São Paulo mostrando que do ponto de vista administrativo e de pessoal, o Maranhão é um dos poucos Estados equilibrados deste país.

Poucos Estados no Brasil se manifestaram positivamente
em alavancar o processo e o Maranhão é pioneiro.

Roseana(C)Fátima (E)Marli Abdalla(D)

Aprovação Popular

Disse que no dia 1º de julho, iria fazer o possível para ir a Salvador, participar do seminário "Mulher e Política", evento que contaria também com as presenças da vice-governadora, Benedita da Silva (PT-RJ), as deputadas federais Luíza Erundina (PSB-SP) e Jandira Fegali (PcdoB-RJ). Aproveitei para entregar-lhe folders (Perfil Inovador) sobre Umuarama, exemplares de jornais de nossa cidade e alguns exemplares da Revista Atualíssima. Ao folhear o Perfil de Umuarama, ela disse que um intercâmbio estava sendo criado junto ao Paraná para troca de tecnologia de plantio de mandioca. O presidente da Federação da Agricultura, Raimundo Coelho e Emanuel Gomes de Moura, da UEMA, iriam ao Paraná em julho para obterem informações técnicas sobre o setor onde o nosso Estado é líder. Falou também que está investindo pesado no campo com o Plano Safra 1999/2000, lançado no dia 14, onde o Estado pretende ao final do próximo ano, colher 2 milhões de sacas em grãos, investindo principalmente no pequeno produtor. Ela também estava feliz, porque segundo o Incra, o Maranhão, em termos de assentamentos, acabara de conquistar a primeira posição nacional. Em segundo lugar ficou o Ceará, provando que a atenção de sua atuação estava também voltada para o campo. Perguntei-lhe também, sobre o que ela tinha achado da publicação da Enciclopédia Britânica que traz em sua última edição, na sessão "Quem foi Quem em 98", dados ilustrados direcionados a ela e ao seu governo. "primeira mulher eleita governadora do Brasil, reeleita para um segundo mandato à frente do governo do Maranhão com mais de 66% dos votos, no primeiro turno". E mais: "a proeza de ter sido a mais votada em São Luís, capital do Estado, onde tradicionalmente vencia a oposição". E ainda sob o título "Farol da Educação: uma idéia brilhante faz escola", diz: "em 1998, o governo do Maranhão deu continuidade a um dos mais bem-sucedidos programas de democratização da cultura em vigor no país. Inspirada num projeto implantado com êxito pela prefeitura de Curitiba, PR, a biblioteca Farol da Educação visa a atender a comunidades servidas por escolas da rede estadual de ensino, mas carentes de espaços de leitura". Ela, virou para mim e brincou: "você está bem informada, hein!"

Depois desse nosso segundo encontro, fiquei ainda mais maravilhada com a simplicidade e humildade da mulher mais poderosa do Maranhão.

Fábrica da Ford

Mas o que mais surpreende é que Roseana está desempenhando importante papel decisório no Nordeste. Sua atuação na questão da vinda da Ford para a Bahia foi um exemplo. Ela bateu de frente com governadores como Mário Covas, criando e liderando um movimento nordestino que começa a ter força no cenário político nacional. Seu apoio ao presidente Fernando Henrique na questão da moratória proposta pelo governador Itamar Franco, foi fundamental para a superação da crise e que mostrou seu poder político. Sua atenção agora está voltada para um movimento mais amplo para cobrar maior apoio do governo ao Nordeste.

Pesquisa

Antes que eu embarcasse para Imperatriz, fui atrás do resultado da comentada pesquisa que o Instituto Data M realizou na capital com 1.126 eleitores entre 17 e 19 de julho. Na pesquisa, a população mostra o quanto Roseana é amada pelos maranhenses.

Os números do Data M revelam que a credibilidade da governadora Roseana Sarney está nas alturas.

Juntando-se Ótima (22%), Boa (33%) e Regular (31%), sua administração é aprovada por nada menos que 86% da população.

A desaprovação alcança apenas 12% e somente 2% disseram que não sabem avaliar.

Já o prefeito Jackson Lago não está bem no conceito da opinião pública. Somente 4% disseram que sua administração é ótima, 14% a apontaram como boa e 29% regular, o que lhe dá uma aprovação de apenas 47%. Uma expressiva maioria de 49% desaprova sua administração.

Ao investigar a corrida pela Prefeitura de São Luís, a pesquisa encontrou o seguinte quadro: João Castelo (29%), José Raimundo (26%), Jackson Lago (11%), Pedro Fernandes (7%), Aderson Lago (3%) e Max Barros e Domingos Dutra empatados com 2% cada um. 15% disseram que não votariam em nenhum deles e 5% manifestaram indecisão.

À pergunta "em quem não votaria de jeito nenhum", a pesquisa funciona como uma pancada no prefeito Jackson Lago. Ele aparece como campeão de rejeição: 24%, seguido de Domingos Dutra (18%), João Castelo (9%), Max Barros (8%), Pedro Fernandes (7%), Aderson Lago (5%) e José Raimundo (3%).

Com os resultados, Roseana e o marido, Jorge Murad, embarcaram para uma temporada de férias na Europa onde visitarão a Itália e a França. Ela, disse que prefere ir ao interior desses dois países para evitar a badalação das capitais. Também manterá contatos, mesmo de férias, com a Unesco, para ultimar projetos para São Luís. Mesmo descansando, Roseana Sarney carrega pedras.


[ Voltar ]